Publicado em: 26/04/2019


Quantas vezes você já não ouviu falar que o quadro de hipertensão (ou pressão alta) inspira muito mais cuidados porque é mais difícil baixá-la do que fazê-la subir quando o caso é de hipotensão (ou pressão baixa)?

É a pura verdade!

O caso é tão sério que até registrou-se no calendário nacional um dia todo especial para prevenção e combate à hipertensão.

É hoje, 26 de abril!

A data tem por objetivo conscientizar todas as pessoas a respeito dos cuidados básicos necessários para prevenir a hipertensão arterial, um quadro clínico que – por mais que você não acredite – atinge, segundo o Ministério da Saúde, em torno de 25% da população brasileira.

É muita gente!

Mas, peraê, como é que a hipertensão é caracterizada?

Se você não sabe, a gente te conta...

O problema pode ser identificado quando a pressão arterial está acima dos 120 de máxima e 80 de mínima, o que – corriqueiramente – chamamos de “12 por 8”.

E quais são os principais fatores desencadeantes do problema?

Nós te respondemos também: sobrepeso / obesidade, má alimentação (sal em excesso, por exemplo), sedentarismo, tabagismo e, em alguns casos, o fator hereditário (indivíduos que tenham pais hipertensos têm 30% de chance de apresentarem o mesmo problema de saúde).

E quais são os principais sintomas?

Anote aí: dor de cabeça, dor na nuca, tonturas, enjoos e falta de ar.

Vale prestar tooooda a atenção em tais sinais, viu? Conhecida, popularmente, como “assassina silenciosa”, a pressão alta tem, como algumas de suas consequências maléficas, os infartos, os AVC’s, além de insuficiências cardíacas e renais.

Por isso, aproveite o dia de hoje para marcar aqueeeeele check-up que faz teeeempo que você está prometendo fazer e ainda não fez!

Com a saúde não se brinca!


[Fonte: www.calendarr.com]