Publicado em: 10/06/2020


Hoje vimos te propor uma conversa sobre acessibilidade.

Você tem ideia das adaptações que são necessárias em uma casa onde moram pessoas com mobilidade reduzida?

Tais ajustes são muito necessários para tornar mais fácil a vida desses indivíduos, para proporcionar total autonomia a eles.

E quais seriam essas adaptações?

Nós vamos te passar algumas dicas, vem ver...

A primeira modificação – segundo arquitetos – é providenciar rampas e o nivelamento de pisos. Claro, não se pode esquecer que pessoas que usam cadeiras de rodas, andadores e bengalas (ou as que têm visão comprometida) têm muita dificuldade para se locomover em pisos inclinados ou em espaços com escadas.

Corredores largos também são essenciais. As pessoas em questão precisam de, no mínimo, um metro para se locomoverem sem se chocar com as paredes.

É preciso destacar, ainda, a necessidade de portas mais largas (90 cm, no mínimo). O peitoril de janela pode baixar para 70 cm de altura para cadeirantes, mas não é ideal para idosos ou crianças que circulam bem.

Por fim, vale destacar que, nos dormitórios, o ideal é optar por móveis de cantos arredondados. Isso evita ferimentos. Vale lembrar ainda que closet ou guarda-roupas devem ter projeto especial para facilitar o acesso a calçados e roupas.

Ah, e, para encerrar, no banheiro...barras de apoio e piso antiderrapante!

Então? Você já tinha parado para pensar nisso?


[Fonte: revista.zapimoveis.com.br]