Publicado em: 08/10/2019


Eleitos como opção perfeita de absorção de conhecimento por aqueles que não têm disponibilidade de deslocamento até uma sala de aula, muitos são os cursos à distância que podem ser acessados por meio do Moodle, uma plataforma online e gratuita de aprendizagem remota.

Trata-se de um sistema de gerenciamento de aprendizado que permite a oferta – à distância – de cursos e treinamentos.

O nome – Moodle – é a sigla, em inglês, para Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment, ou, em português, “Ambiente de aprendizado modular orientado ao objeto”. 

A plataforma Moodle oferece muitos recursos aos profissionais da Educação, como, por exemplo, criação de salas de estudo, disponibilização de materiais didáticos, realização de avaliações, proposição de discussões e interação entre os alunos.

Tudo feito de forma online, com acesso facilitado para todos os envolvidos. Seja para quem ensina, seja para quem aprende.

O acesso a tal tipo de recurso, como já dissemos, é muito útil. Hoje é bastante comum que educadores deixem – na própria instituição de ensino, apenas para cópia – seus materiais complementares disponíveis (ou ainda que distribuam link para download). E o que acontece é que todos esses materiais de apoio podem acabar se perdendo ou não chegando a todos os alunos. Como ambiente virtual consolidado, o Moodle viabiliza que o referido tipo de compartilhamento seja totalmente seguro.

A plataforma funciona assim como os demais softwares. Pode ser instalada em qualquer sistema com linguagem php (como Windows, MAC Os e Linux) e, para acessá-la, bastam computador com o software instalado, conexão ao servidor e acesso à internet. 

Utilizado por mais de 4 milhões de professores e alunos em 155 países (com mais de 25 mil instalações e como suporte para 360 mil cursos), o Moodle está disponível – atualmente – em 34 idiomas.


[Fonte: https://eadbox.com]