Publicado em: 11/06/2019


Então quer dizer que estamos falando com um (a) chef de cozinha?

Baixou o “MasterChef” aí na sua casa?

Que ótimo!

Cozinhar, além de ser uma terapia, como alguém já disse por aí, “é a arte de traduzir em sabor o mais nobre sentimento”. 

Maass...será que você sabe escolher – corretamente – as panelas que usa?

Quem cozinha sabe: usar a panela errada pode colocar toda uma receita a perder.

Não, não é bobagem não, viu?

Além de garantir que a refeição seja preparada do jeito correto, escolher o utensílio mais adequado é fundamental para a saúde!

Sim!

Panelas feitas com minerais como o ferro e o alumínio podem soltar esses íons no alimento, o que pode ser positivo em alguns casos e negativo em outros.

No caso do ferro, este migra para a comida que está sendo preparada ali, podendo proporcionar um ganho que representa até 20% da recomendação diária desse nutriente.

Já no caso do alumínio foi comprovado – cientificamente – que este se solta e migra para o alimento. Apesar de estudos científicos já terem comprovado que as quantidades não são suficientes para trazer problemas de saúde, vale à pena prestar atenção.

E quais são as panelas ideais para cozinhar, sem prejuízo à saúde?

Anote aí: o inox, que não migra para os alimentos, ou as panelas de teflon, desde que sua superfície interna esteja intacta.

Bora para a alquimia na cozinha?

Uhmmm...já estamos sentindo o cheirinho gostoso daqui...


[Fonte: UOL // Viva Bem]