Publicado em: 24/04/2019


Quando pensamos no prato típico do brasileiro, ainda que consideremos a grande variedade de costumes em nosso imenso país, uma certa dupla está sempre no prato: o arroz e o feijão.

Certo?

Certíssimo!

Mas...e quando vem aquela vontade de variar no cardápio e substituir, por exemplo, o feijão? Dá para continuar ganhando em sabor e em nutrientes absorvidos?

Claro que dá!

Continue lendo que nós viemos te contar como fazer isso...

Ok, ok, você já pode estar aí reclamando que aaaamaa feijão e que, por isso mesmo, não o largaria por nada. Tudo bem, a gente respeita. Maaass, será que você sabe que existem outras leguminosas (ou fabáceas) que podem substituí-lo maravilhosamente?

Olha, elas trazem os mesmos benefícios do feijão e, por isso mesmo, nem que seja só de vez em quando, merecem lugar à sua mesa, vai? Dê uma chancezinha para elas!

As tais substitutas você conhece bem! Podemos destacar ervilhas secas, lentilhas e o grão-de-bico. Fontes de fibras e ricas em proteínas, elas promovem uma digestão mais lenta, evitando picos de glicemia.

O que isso significa?

Que elas são óóótimas para diabéticos!

 Acha que parou por aí?

Que nada!

As fibras insolúveis que tais alimentos contêm ainda contribuem para baixar as taxas de colesterol!

Então? O que você está esperando para substituir o bom e velho feijão, mesmo que – como já salientamos acima – só de vez em quando?

Sério, ele – o feijão – não vai ficar bravo.

E a sua saúde vai ganhar uma contribuição daquelas!


[Fonte: UOL // Viva Bem]