Apresentação

Constata-se que no Brasil existe uma grande parcela da população (maioria composta de crianças e adolescentes) vivendo em situação de risco, sem as mínimas condições de saúde, higiene, segurança e educação. Tal situação de calamidade imputa a uma reflexão crítica da realidade e todos são conclamados a trabalhar para transformar essa dura realidade, já que o compromisso com o desenvolvimento social começa a figurar como algo que deve ser responsabilidade da sociedade como um todo. 

Diferentemente de outras épocas, hoje vivemos em um momento social-político-econômico mais democrático, transparente e crítico (mesmo ainda com as mazelas de nossa política e da desigualdade da divisão de renda), a população reivindica condições de vida digna e ser parte integrante dos benefícios gerados pelas transformações e desenvolvimento do país. 

Neste sentido, o que se propõe é atacar as dívidas sociais, que segundo Mello Neto e Froer (1999) consiste no “somatório de sofrimentos, humilhações e carências de toda ordem que aflige 20 a 25% da população brasileira, cerca de 36 milhões de pessoas”; ainda existem “40% das crianças de 0 a 14 anos vivendo em famílias com renda percapita de até meio salário mínimo”, cerca de 20 milhões, outros dados assustadores, segundo os autores, “10,5% das crianças com menos de 05 anos tem desnutrição crônica. Ou seja, uma verdadeira epidemia social que condena os pobre a serem cada vez mais pobres e excluídos”.

Os dados apontam, ainda, que a população brasileira é muito sensível a estes problemas sociais, como se constata nas suas ações em benefício aos necessitados: 15 milhões de brasileiros doaram dinheiro para obras sociais em 1998; 21 milhões de brasileiros contribuíram com bens materiais; 12 bilhões são movimentados por ano em filantropia; e 16% das pessoas que não têm dinheiro, doam seu tempo a projetos sociais. (VEJA, 1999, p.154, apud COSTA; GUEDES, 1999).

Assim, o Estado consciente de suas dificuldades operacionais e de realizações (às vezes inoperância) e sabedor do interesse da iniciativa privada e da sociedade civil em atender as demandas sociais, reduz largamente seu papel de executor de ações sociais para a função de normatizador, articulando e abrindo espaço à iniciativa privada. Esta por sua vez é cobrada pelos seus acionistas e clientes por ações de responsabilidade social, pois uma empresa ser socialmente responsável é um dos pilares de sustentação dos negócios, tão importante quanto a qualidade, a tecnologia e a capacidade de inovação.


Objetivo

Ampliar as possibilidades de atuação profissional, como gestores sociais, ao desenvolver e aperfeiçoar competências e capacitar em âmbito teórico e prático, para intervir, planejar, administrar e avaliar em espaços sócio educacionais, como: administração pública, terceiro setor, projetos governamentais, condomínios e responsabilidade social corporativa.

  • Potencializar a atuação gestora em programas sociais;
  • Fornecer instrumentos para gestão e avaliação de programas e projetos socioeducativos;
  • Conhecer a estrutura e os meio para elaboração e captação de recursos para projetos sociais.
  • Desenvolver e aprimorar o perfil de gestor social;
  • Instrumentalizar para formulação de Planos de Negócio socioeducativos;
  • Conhecer e identificar as estruturas de redes sociais;
  • Avaliar as práticas de responsabilidade e ação social;
  • Analisar a legislação correspondente as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público.

Disciplinas

  • Estruturação de Projetos Sociais
  • Contabilidade Geral Aplicada as Organizações
  • Fundamentos Jurídico-Sociais
  • Natureza, Sociedade e Desenvolvimento
  • Desenvolvimento Social e Econômico
  • Comunicação Corporativa e Responsabilidade Social Empresarial
  • Política de Desenvolvimento Social
  • Prática de Gestão em Serviços Sociais
  • Gestão e Elaboração de Projetos Sociais

Disciplinas optativas:

  • Metodologia da Pesquisa Científica | Desenvolvimento de trabalho de conclusão de curso.

Público alvo

Profissionais graduados e licenciados em artes, educação física, pedagogia, letras, educação artística, administração, comunicação, jornalismo, direito e sociologia envolvidos em estruturar, planejar, desenvolver, gerir e avaliar Programas e Projetos sociais.


Pré requisitos

MATRÍCULA:

1. Efetue a inscrição e o pagamento da taxa de matrícula;

2. Acesse o Portal do Candidato neste link: www.posgraduacaocandidomendes.com.br/portal-do-candidato (login: e-mail e senha: CPF sem pontos e sem dígito.)

3. Faça o upload dos documentos abaixo para fins de matrícula:

  • Comprovante de pagamento de matrícula UCAM;
  • Diploma de curso superior válido no Brasil;*
  • Histórico escolar da graduação;
  • CPF e RG (CNH e Carteirinhas de Conselhos serão aceitos somente no ato da inscrição, obrigatório o envio de CPF e RG via correio);
  • Foto 3x4;
  • Comprovante de residência.

*Obs.: Na ausência do diploma, para fins de matrícula, anexe a declaração de conclusão que cite que concluiu e a data de colação de grau (dia, mês e ano) – Deverá incluir juntamente com os demais documentos, o Termo de Responsabilidade assinado e preenchido.

4. Caso já seja aluno da instituição: Todos os documentos acima deverão ser reenviados via correio ao endereço abaixo, até o término do curso:

UCAM – Universidade Candido Mendes 
Endereço: Rua Oliveira Melo, 36 - Vila São José (Ipiranga) - São Paulo / SP CEP: 04271-000

Documentos Necessários:

  • Cópia autenticada em cartório do diploma de curso superior válido no Brasil - frente e verso do documento;
  • Cópia autenticada em cartório do histórico escolar da graduação frente e verso do documento;
  • Cópia simples do CPF e RG (não será aceito a CNH e carteirinhas de conselhos) - frente e verso do documento;
  • Cópia simples do comprovante de residência;
  • Foto 3x4.

Para mais informações entre em contato com nossa Central de Atendimento- Suporte ao candidato:

Atendimento para todo o Brasil - Capitais e regiões: 4003-3214 I Whatsapp Candidato: (21) 99820-8226

Informações Gerais

Curso: O curso é composto por disciplinas específicas que abordam os conteúdos mais recentes e relevantes da área. Cada disciplina conta com e-book, leituras complementares (artigos / teses de suma importância para a área) e videoaulas que poderão ser visualizadas/assistidas de acordo com a sua disponibilidade.

Além das disciplinas específicas, o curso oferece ainda a disciplina “Metodologia da Pesquisa Cientifica”, ferramenta por meio da qual o (a) aluno (a) desenvolverá o Trabalho de Conclusão de Curso.

A elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso é optativa e será selecionada pelo aluno no momento da realização da matrícula (podendo o discente optar pela disciplina “Metodologia da Pesquisa Científica” ou não). Em caso de opção, a produção acadêmica será um artigo individual, de aprofundamento teórico, relato de prática / estudo de caso de tema de interesse do aluno, sempre orientado por um professor.

O curso é ofertado de acordo com a Resolução do CNE/CES nº. 01, de 06 de abril de 2018.

Sistema de Avaliação: cada disciplina é composta por média ponderada entre duas notas ou mais, o que envolve avaliação dissertativa e testes de múltipla-escolha.

Prova Final Online: esta avaliação é obrigatória e acontece ao final do curso. 

A média de aprovação corresponde a 7,0 (sete inteiros) e é aplicável para cada disciplina, para a prova final – online – e para o Trabalho de Conclusão de Curso (quando optado pelo aluno).


*Eventuais descontos, se concedidos, são aplicados apenas às mensalidades do curso. Não aplicados à disciplina optativa de Metodologia da Pesquisa Científica - Desenvolvimento de trabalho de conclusão de curso - TCC.

INSCREVA-SE

Início: 17/12/2019 Carga Horária:

Não incluso TCC:

360 horas - (Não incluso a disciplina de Metodologia da Pesquisa Científica)



Incluso TCC:

420 horas - (Incluso a disciplina de Metodologia da Pesquisa Científica)



Modalidade: Área de conhecimento: Gestão Matrícula: 180,00
Curso confirmado!