Publicado em: 12/06/2019


“Bate, bate, bate, coração / Dentro desse velho peito / Você já está acostumado / A ser maltratado, a não ter direitos / Bate, bate, bate, coração / Não ligue, deixe quem quiser falar, ah! / Porque o que se leva dessa vida, coração / É o amor que a gente tem pra dar / Porque o que se leva dessa vida, coração / É o amor que a gente tem pra dar / Tum, tum, bate coração / Oi, tum, coração pode bater / Oi, tum, tum, tum, bate, coração / Que eu morro de amor com muito prazer...”.

Aeee!! Dia dos Namorados!

Começamos esta conversa com um sucesso da MPB para embalar o seu coração.

Uhmm...tá...você não está namorando...

Ué, qual o problema?

Mas vamos, pelo menos, saber a origem da comemoração? Vem com a gente...

Por aqui, a data é celebrada em 12 de junho por ser véspera do dia 13, Dia de Santo Antônio, bem conhecido por ser santo casamenteiro.

Se você não está namorando – mas gostaria muito de estar – tem sempre o recurso das simpatias, né? Dizem que funciona.

A mais conhecida ensina a retirar o Menino Jesus que Santo Antônio carrega nos braços e prometer só devolvê-lo depois que o beatificado trouxer um par para o (a) solicitante. Tenta aí...E depois conta para nós!

Agora, se você está, sim, namorando – iuupiiii! – hoje é dia de comemoração especial com o (a) amado (a).

 E só para encerrar esta conversa vamos de outro ícone do nosso cancioneiro popular?

“Eu não vou negar  / Que sou louco por você / Tô maluco pra te ver / Eu não vou negar / Eu não vou negar / Sem você tudo é saudade / Você traz felicidade / Eu não vou negar / Eu não vou negar / Você é meu doce mel / Meu pedacinho de céu / Eu não vou negar / Você é minha doce amada / Minha alegria / Meu conto de fada / Minha fantasia / A paz que eu preciso pra sobreviver / Eu sou o seu apaixonado / De alma transparente / Um louco alucinado / Meio inconsequente / Um caso complicado de se entender...”.

Leu cantando, né? Então você continua aí... Vamos ao refrão!

Feliz Dia dos Namorados!


[Fonte: www.calendarr.com]