Publicado em: 19/06/2019


Você sabe o que está por trás dos fios de cabelo que ficam brancos?

A explicação fisiológica está na melanina, o mesmo pigmento que dá cor à nossa pele.

Há dois tipos principais: a eumelanina, que dá a coloração marrom ou preta, e a feomelanina, responsável por amarelos e avermelhados.

Os fios cinzas ou brancos têm menos – ou nenhuma – melanina.

E por que alguns fios (ou todos eles) ficam sem melanina?

O principal motivo é a genética.

A Ciência já sabe, por exemplo, que – por conta dos genes envolvidos no processo, metade da população branca fica 50% grisalha antes dos 50 anos. E há famílias nas quais as pessoas ficam grisalhas antes dos 30. 

Mas também existem justificativas relativas a problemas de saúde. Alguns deles: deficiência de vitamina B12 (comum em dietas vegetarianas), doença da tireóide, vitiligo e alopecia ou calvície.

Ah, olha, o uso excessivo de produtos químicos (inclusive shampoos) e tabagismo também têm participação efetiva no surgimento de fios brancos, viu?

Estudos já provaram que fumantes têm 2,5 maior risco de ficar com os cabelos grisalhos antes dos 30 do que não fumantes.

Mas e o estresse, hein? Interfere no surgimento de fios alvos?

A Ciência nunca chegou a uma conclusão definitiva sobre este assunto.


O que se sabe, efetivamente, é que:

- as células responsáveis por armazenar a melanina podem ser prejudicadas pelo estresse;

- o estresse causa queda de cabelo, aumentando o risco de que os novos fios cresçam brancos.


Bom...certo, certo – meessmoo – é que todos nós veremos, em algum momento da vida, o “telhadinho ser recoberto por algodão”.


[Fonte: Revista Galileu]